Eletromobilidade

Eletromobilidade

Conheça os projetos

Eletromobilidade
São José dos Campos segue este caminho

Um corredor sustentável de transporte público servido por veículos de propulsão 100% elétrica, ciclovias e áreas verdes. Parece um sonho, considerando a realidade da maioria das cidades brasileiras, mas em São José dos Campos a ideia deixou as mentes de arquitetos, engenheiros e urbanistas para perpassar regiões da cidade rumo a um futuro sustentável.

Não por acaso chamada de Linha Verde, a nova via irá interligar as regiões sul e leste -- as mais populosas da cidade– bem como a região central, tornando o município mais dinâmico, compacto e inclusivo. O projeto trará diversos benefícios ambientais com construções sustentáveis, iluminação de LED, projetos paisagísticos, plantio de árvores, praças, além da possibilitar o deslocamento da população por modos ativos, como a pé de bicicleta.

Nela transitarão os VLP’s (Veículos Leves sobre Pneus), primeiro modelo articulado da América Latina 100% elétrico para proporcionar à população um novo conceito de transporte público: mais confortável, ágil e moderno.

O trajeto ainda favorece o desenvolvimento das centralidades facilitando o acesso a serviços entre as regiões sul e leste, o que reduz a necessidade de deslocamento e a dependência do centro da cidade.

Eficiência energética
Mais um passo para sustentabilidade

Com investimentos na geração de energia limpa e renovável, o município se destaca no cenário nacional com a construção de uma usina solar fotovoltaica que entre outras coisas, será responsável pelo carregamento dos VLP’s da Linha Verde.

De acordo o projeto, a energia elétrica consumida, sem a necessidade de fazer investimentos será de responsabilidade da empresa contratada, na ordem de R$ 12,7 milhões para construção e início da operação dos serviços. A concessão será de 26 anos com previsão de investimentos que chegam a R$ 53,3 milhões.

Além de produzir energia verde, a iniciativa ainda trará benefícios aos cofres públicos reduzindo o custo com energia de 0,90/kwh para 0,48/kwh, o que representa uma economia de R$ 2.3 milhões por ano.

Seguindo tendências mundiais, o município estuda usar geradores movidos a gás natural para atender o abastecimento de energia e se preparar para eventuais crises de racionamento provocadas por mudanças climáticas.

Além da construção da usina fotovoltaica e dos estudos para uma nova matriz energética, São José dos Campos também pretende consumir energia sustentável através da aquisição em ACL (Ambiente de Contratação Livre).

Mais que uma certificação
Uma Cidade Inteligente à serviço das pessoas

Presente em várias as áreas da gestão pública, como saúde, educação, mobilidade urbana e segurança pública, o conceito de Cidade Inteligente une inovação, gestão eficiente de recursos e melhores serviços à população.

A criação do Centro de Segurança e Inteligência, com a instalação de 1.000 novas câmeras inteligentes com reconhecimento facial, 295 pontos de Wi-Fi gratuito em prédios e locais públicos, 839 salas de aula conectadas, a Linha Verde, corredor sustentável de transporte público, monitoramento por satélite de todo o território municipal, 100% da frota da Guarda Municipal equipada com carros elétricos, consulta de medicamentos pela internet, instalação de lâmpadas de LED em todo o município, incluindo a zona rural colocaram São José dos Campos diante da certificação de Cidade Inteligente pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Apenas 79 cidades no mundo alcançaram este patamar.

Além do orgulho por fazer parte deste processo, a certificação ainda pode atrair investimentos e impulsionar o desenvolvimento econômico de São José com dados comparativos globais, medir o desenvolvimento urbano sustentável, informar os investimentos em infraestrutura com resultados mensuráveis, medir a gestão de desempenho de serviços urbanos e qualidade de vida ao longo do tempo, facilitando a troca de informações e projetos.

São José dos Campos não para e vem muito mais pela frente.

 

 

×