Professores passam por formação de Matemática e Português
Atualizado em 04/07/2022 - 18:02
Aula inaugural da Formação da CGM de Caraguá. Foto: Claudio Vieira/PMSJC 04-07-2022
No decorrer do ano letivo, os educadores da rede municipal têm formação continuada e cursos diversos de qualificação na Escola de Formação do Educador - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Paula Pessoa
Secretaria de Educação e Cidadania

A formação continuada faz parte da rotina dos professores da Prefeitura de São José dos Campos, que investe em qualificação e capacitação dos educadores responsáveis pelos projetos pedagógicos nas escolas municipais. Com mais formação e investimentos em materiais, ferramentas tecnológicas e infraestrutura, os principais beneficiados são os cerca de 71 mil estudantes matriculados da Educação Infantil até o Ensino Fundamental. 

Com a Escola de Formação do Educador, aberta desde setembro de 2021, todos os professores da rede de ensino municipal, gestores e demais profissionais da Educação têm acesso a cursos, formações e espaços inovadores para a prática pedagógica. 

O mês de julho começou com a conclusão do curso de Matemática para 25 professores. Segundo a equipe de especialistas da Escola de Formação do Educador, o curso contribui para mudanças no ensino da disciplina, com nova metodologia, baseada na resolução de problemas. Outra formação, com foco na Alfabetização, segue até o final do ano para cerca de 100 educadores. 

Novas experiências com a Matemática

“Percebemos que a maior mudança é na concepção do ensino da Matemática. Os professores vão deixando o molde tradicional e avançam com novas ideias, projetos, resolução de problemas e atividades práticas que aproximam a disciplina dos alunos, com novas experiências”, observa Cíntia Rocha, orientadora de ensino. 

Cibelly Delgado é professora de uma turma do 3º ano na Emefi Profª Vera Lúcia, que fica em Santana, e apaixonada por Matemática desde criança. A partir de sua paixão e experiência como engenheira, a educadora recém-efetivada que passou pelo período de qualificação na Escola de Formação do Educador, usa criatividade para abordar a disciplina em sala de aula. 

“Acredito que a Matemática abre caminhos, derruba muros e faz com que as crianças possam pensar de formas diferentes em todos os campos de atuação. Percebi que existe uma barreira muito grande de alguns docentes e das próprias crianças com a Matemática, por isso acho essa formação extremamente importante, pois possibilita um olhar diferenciado, com jogos, desafios e atividades que envolvam os alunos”, afirmou. 

Adriana Kawashima leciona para uma turma de 3º ano na Emefi Profª Maria Aparecida dos Santos Ronconi, no Jardim Jussara, participa da formação de Alfabetização, e concluiu o curso de Matemática satisfeita. 

“Os professores nos orientaram, ajudaram a pensar, desconstruir e reconstruir novas ideias, e nós também levamos isso tudo para sala de aula. Os alunos achavam que a Matemática era um bicho de sete cabeças, mas estão aprendendo a gostar mais por causa dos desafios e jogos, ficam envolvidos com um propósito e, com isso, nosso conhecimento de professor avança também”, destacou, 

“Os dois cursos, de Português e de Matemática, me fazem abrir o olhar, pensar de forma diferenciada para o meu trabalho na escola e considerar a construção dos pensamentos das crianças. A experiência tem sido ótima”, disse Adriana. 

“A experiência na Escola de Formação tem sido muito rica, as turmas dos cursos têm troca de saberes, tarefas que fazem em sala de aula e compartilham. Sempre brinco com eles que na Matemática a gente não aprende vendo ou ouvindo, a gente aprende fazendo, com a metodologia de ensino da resolução de problemas, que é a criança aprendendo, investigando, explorando”, destacou o orientador de ensino Gilberto Vieira. 

Mais Formação

A Escola de Formação do Educador faz parte do plano de governo municipal e oferece espaços para a realização de projetos que visam: qualificar, capacitar e aperfeiçoar todos os professores da rede municipal, gestores escolares e demais profissionais da Educação, segundo a Lei Municipal 10.293/2021. 

Os profissionais recém-contratados pela Prefeitura passam por período de três meses dedicados exclusivamente para formação pedagógica, com atividades práticas em laboratórios inovadores, residência pedagógica e capacitações para uso de tecnologias educacionais. 

Os educadores e especialistas que já atuam nas escolas e na Secretaria de Educação também podem contar com o local para formações e especializações para funções superiores e práticas pedagógicas inovadoras.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania

×